A Decisão!

"Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade", Walt Disney

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Too much information….


Há uns dias falava com um bando de gente louca… mas boa gente claro!... sobre a não existência de bancos de tempo….

O conseguirmos acumular tempo como se de uma conta bancária se tratasse e depois… retirávamos umas horas quando necessário….

E bancos de informação?
Existem sim… essas entidades já existem mas… por vezes sinto-me eu própria como se eu fosse um banco de informação….

Mas... nem sempre pretendo saber tudo…
Aliás… nem sempre gostava de saber tudo… e dou por mim a chegar à conclusão que … o saber demais por vezes é mau….

A vida deve ter sempre um sem número de interrogações e variáveis…
Como boa Taurina que sou… detesto demasiada variabilidade na minha vida mas… demasiada informação pela primeira vez estou a ficar alérgica…

Preferia por vezes sentir-me ignorante… ou sentir-me burrinha...
Pelo menos o não saber não implica o gerir toda a informação…

O não saber em certos momentos não pode ser considerado como mau… aliás… até pode melhor…

O que não sabes não te atinge
Cliché… mas…
Verdadeiro no seu sentido lato….

Também não é suposto existir uma tamanha ignorância de tudo o que nos rodeia mas… saber demais por vezes causa mossa…

Sempre fui da opinião que sim…
que se deve saber tudo ou quase tudo… porque por vezes o não saber acarreta um sem número de situações em paralelo desnecessárias e … com explicações fora de contexto mas…

Como desligar a máquina?
Este cérebro que teima em funcionar mesmo quando… o botão de off já foi carregado…

Acho que como tudo na vida é necessário encontrar o belo do equilíbrio….
O pesar dos dois pratos da balança e tentar … funcionar com uma situação mediana…

Pois que…
A minha balança ainda balança… uns dias para um dos pratos… outros dias para o outro…

Um dia quem sabe….
A balança até pode ficar direitinha!




Amanhã é sexta!!!!!!!!!!!!!!!
:)

16 comentários:

  1. Eu cá sou uma balança constante..lol

    beijinho e um optimo fim de semana ;)

    ResponderEliminar
  2. Já somos duas Indecisa :)

    Jinhos e resto de boas ferias!

    ResponderEliminar
  3. Um excelente fim de semana equilibrado ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. O importante é conseguir fazer a triagem e reter apenas e tão só a informação que interessa.

    Hoje em dia, quando alguém se dirige a mim e começa o diálogo pelas palavras mágicas "sabes o que ouvi dizer de X..", dou por mim a dizer que se não estou envolvida, não estou interessada em saber.

    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Sim Ni...
    fofocas não... já não há paciência de facto...

    mas por vezes...
    a informação chega junto a ti de uma forma credível e não aumentada...

    e nessas situações... o que fazer com toda a informação?

    Jinhos

    ResponderEliminar
  6. O que fazer? Apenas posso dizer o que faço.

    Apenas retenho aquela informação que me ensine algo de positivo enquanto ser humano.

    :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Encontrar o ponto de equilibrio, é o primeiro passo para a auto confiança!!!


    BjO´ss
    AL

    ResponderEliminar
  8. Pois A.S....
    talvez seja esse o detalhe para o equilibrio...

    :)

    ResponderEliminar
  9. É mesmo como diz a NI. O importante é conseguirmos distinguir o que é importante do que é dispensável. Por vezes, em determinados contextos, isso surge-nos de uma forma clara - há coisas que sabemos instintivamente que não nos interessa saber - mas há situações em que tal não é tão evidente. E é aí que se dá o nó. Ficamos ali entre o "quero saber" e o "será que preciso de saber?".

    :-)

    ResponderEliminar
  10. Pior Ana...
    e quando sabemos que não queremos saber e mesmo assim...

    acabamos por saber?

    Jinhos

    ResponderEliminar
  11. "EM!"
    É preferível saber (quase) tudo, assimilar a informação, do que ser ignorante e não ter chatices... para não ter momentos menos bons basta-nos não fazer rien, não ouvir personne. Mas o que se ganha com isso? Nada.
    Como li algures, ao nível da informação escuta e faz a triagem.
    Vive a vida... só no fim da caminhada poderás julgar se a balança ficou direitinha.
    Beijitos

    ResponderEliminar
  12. JP...
    concordo...
    sermos ignorantes não....

    O que ganhamos?
    Pois... ainda não sei essa resposta... com muita pena minha...

    Jinhos

    ResponderEliminar
  13. "EM!"
    Não te preocupes demasiado... um dia encontrarás a resposta.
    Beijinhos :-)

    ResponderEliminar

Deixa o teu comentário....
talvez a tua pequena decisão...

a nossa vida é feita de pequenas decisões que se transformam em grandes... por isso ... avança!

Possivelmente irá ter uma resposta minha... sim.. possivelmente vou-te responder...

E não te esqueças ... passa por cá novamente! És sempre bem vindo!